ATENDIMENTOS DERMOESTÉTICOS EM

CICATRIZES

Anterior
Próximo

Cicatrização é um processo de reparação de tecidos lesionados, após traumas, queimaduras, infecções, sequelas de alterações inestéticas e cirurgias. 

O reparo tissular (tecido da pele), é um processo complexo, onde diversos componentes interagem para que o resultado final seja satisfatório. Em alguns casos, os mecanismos fisiológicos de reparação não se desenvolvem de maneira harmoniosa devido a complicações durante o processo e o reparo passa a ser patológico. 

Essas alterações no reparo envolvem um retardo, uma ausência ou uma exacerbação, denominadas como: 

Cicatriz atrófica: tecido cicatricial com aparência afundada em relação à pele circundante

Cicatriz hipertrófica: lesão elevada em relação à pele normal, limitam-se às áreas da lesão, nunca ultrapassa as margens, pode ser dolorosa, causar coceira, incômodo, e ainda aumentar de tamanho num período de 3 a 6 meses regredindo em seguida.

Queloide:  cicatriz desproporcional, atingindo tamanho maior do que a lesão inicial que a provocou. À palpação, a lesão tem consistência endurecida.

 

O tratamento dessas alterações geralmente é complexo, mas com a associação dos recursos disponíveis dentro do âmbito da equipe multidisciplinar pode-se obter excelentes resultados.

 

Para desenvolvermos uma conduta terapêutica adequada para sua queixa, entre em contato com nossos profissionais especializados.

AGENDE UMA AVALIAÇÃO!